sexta-feira, 12 de novembro de 2010

SALÁRIOS...

A presidente eleita, Dilma Rousseff, mal entrou e já pretende orientar sua equipe no sentido de impedir qualquer reajuste, no Congresso, para o funcionalismo público federal.
No entanto, já se cogita um aumento salarial para os deputados e senadores.Pobres palamentares, que, com direito ao 15º salário, auxílio-moradia, auxílio-saúde, carro oficial e várias outras mordomias, ganham, "apenas", R$16.510,00 mensais.
Enquanto isso, a maior parte dos brasileiros trabalhadores tenta sobreviver com um parco salário mínimo de R$510,00.
O presidente do STF, também, já pleiteia, para os funcionários do Judiciário, nada menos que 56% de reajuste salarial, com toda razão.
Mudam-se os governantes, contudo, a política salarial do funcionalismo público federal continua a mesma: salários estagnados e achatados, sobretudo para os servidores da saúde e da educação, sempre injustiçados,desvalorizados, colocados num segundo plano, por qualquer que seja o Governo.Nada muda.Só nos resta a indignação.

Um comentário:

bruna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.